Av. Brg. Faria Lima, 2369
+55 - 3230 - 9680hello@clickin.co
Cultura

Como inovar no design gráfico?

O mercado

Sabemos que nos dias atuais, o mercado gráfico artístico está cada vez mais saturado, e isso acontece pelo simples motivo de existirem inúmeros meios de acesso para a construção e desenvolvimento dos projetos, sejam eles online ou off-line. Além disso, por decorrência da grande facilidade de acesso a informação que a internet disponibiliza, os projetos desenvolvidos tornam se ainda melhores, então, diante desse cenário, como podemos nos destacar?

Durante alguns anos desenvolvendo inúmeros projetos, notei duas coisas muito importantes. A primeira é que a maioria dos designers estão preocupados em entregar o projeto o mais rápido possível para poder ir procurar outro. O problema dessa atitude, é que eles estão esquecendo de prestar a atenção a qualidade, o conceito e a particularidade de cada um, comunicando assim da forma correta com o público alvo.

Templates

A segunda observação é, os templates (modelos) são todos iguais, e isso afeta diretamente a marca que solicitou o serviço, pois a coloca no mesmo patamar de suas concorrentes, e cá entre nós, esse não é o objetivo, certo? Quando pensamos em design, seja o desenvolvimento de uma identidade de marca até um logo, devemos ter em mente que o cliente quer se destacar diante do seu mercado, comunicando a mensagem certa, no momento certo, com o cliente certo.

Agora que sabemos o problema, podemos aprofundar um pouco mais, o que você me diz? Vamos lá. Quando entendemos que o mercado está concorrido, e que tudo está mudando constantemente, é importante ter em mente qual é o seu cliente alvo. Vou destacar dois, um deles é o que não está preocupado com qualidade e sim com valor, o outro é o que mais preza pela qualidade e menos com o valor final pois ele entende o impacto que isso gera em seu (ROI) retorno de investimento.

Clientes

Independente de qual seja seu cliente, existem duas estratégias que se aplicam a ambos. Vamos supor que seu cliente se importe menos com qualidade e mais com preço baixo, dessa forma você pode apresentar a ele quais retornos ele terá investindo corretamente nessa área, e como isso impacta na memória do cliente em relação a sua marca. Mas lembre-se de entender a visão que ele têm sobre o design, como ele enxergar e quais suas referências.

O problema para ele é o valor, nesse caso, sempre é possível desenvolver um trabalho com um custo benefício que se encaixe em tais necessidades. Caso você atenda um cliente que não está preocupado com valores, não pense que cobrar um valor exorbitante te trará benefícios a longo prazo, pois os fundamentos para um bom relacionamento entre ambas as partes é a honestidade.

A honestidade e clareza, são a porta de entrada para um relacionamento duradouro, seja ela aplicada ao projeto ou ao valor cotado por ele. Caso você não respeite esses limites, e não desenvolva relacionamentos, certamente se tornará mais um na multidão de designers. O ponto chave é que com a honestidade, você sempre manterá tudo transparente, gerando confiabilidade, e assim, relacionamentos e recomendações.

Empresas x Pessoas

Agora pense comigo, vamos fazer uma analogia rápida! Eu vejo as empresas, como pessoas. Exatamente, como pessoas. Por que? Simples, cada empresa é única, como cada ser humano, cada um com suas particularidades, princípios, valores, objetivos e etc. Seguindo essa linha de pensamento, como realmente se destacar em um mercado tão vasto e competitivo? Se cada marca que representa a empresa é única, desenvolva um projeto alinhado a tais valores, com um design que realmente comunique a mensagem principal, seja ela qual for.

Acesse nosso grupo Fábrica de Insights no Facebook e cresça em comunidade: https://bit.ly/2VnX5m0

Logo, se você desenvolve um projeto alinhado a marca, que comunique a mensagem correta, o que falta para a inovação? O ser humano vem por décadas passando por diversas inovações, e quando falamos de design, não é diferente. O problema é que quando um design é muito inovador, e está a frente da época atual, as pessoas automaticamente o rejeitam, pois na memória delas, não existe nenhuma referência daqueles traços, ou ideias, e é aí que está o erro!

Mas como evitar isso? Minha dica, que eu aplico para todos os meus projetos, é inovar gradativamente, ou seja, eu mudo certos aspectos do meu design, mas não o suficiente para assustar o público final, e sim atrai-lo, com o diferente, que chame a atenção, usando as cores corretas, formas e outras técnicas.

Mais dicas

Mais uma dica, é sempre estar atualizado, estudando novas técnicas, para elaborar ótimos designs, que realmente comuniquem a mensagem final ao seu público, pois lembre-se, as formas, cores, tamanhos, tipografias, e muito mais conversam comigo e com você, mas antes disso, elas precisam conversar entre si.

Conclusão

Concluindo, para você se destacar num mercado competitivo como esse, tenha em mente que o relacionamento duradouro e diferenciado, é a chave primordial, e saber como se comunicar com seu cliente também. Fora isso entender como inovar no design gradativamente para atrair a atenção do público e não o contrário, com as técnicas corretas, podem gerar um ROI mensurável para qualquer cliente que você atenda. Lembre-se, comunicar a mensagem certa, com o público certo.

Read next

Recommended read

SOBRE O AUTOR

Dayane Souza

Dayane é co-fundadora da CLICKIN e é apaixonada por comunicação. Nas horas vagas, se distrai cozinhando as mais deliciosas receitas brasileiras.

Leia também

Cultura

Você realmente conhece o seu cliente?

Um dos maiores desafios de um negócio, é qualificar os leads gerados e fechar negócios de valor, porém a estrada é longa com as contínuas mudanças que sofremos todos os dias.

Ler Mais
Informação

Você é empreendedor?

Esse é um daqueles temas que irão ser bem longos, então já prepara o café, e vamos entrar de cabeça nessa dimensão.

Ler Mais
Estratégia

A importância do Marketing de Relacionamento

O Marketing de Relacionamento envolve todas as etapas que as empresas assumem para conhecer e entender melhor seus valiosos consumidores e atender também de maneira melhor – Philip Kotler

Ler Mais
Newsletter

Receba materiais e conteúdos exclusivos direto no seu e-mail

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.